BLOG

Quanto é $uficiente para você?

Antes de mais nada, busque essa resposta através do significado que você dá ao dinheiro.

Eu tenho um segredo. E esse segredo permitirá que você dobre sua renda em 12 meses com apenas mais cinco horas de trabalho por semana. Topa?

Se você respondeu “sim”, quero lhe dar a oportunidade de triplicar esse valor em 12 meses por apenas mais 10 horas por semana! Você quer?

E o quádruplo por 15? Quíntuplo por 20?

Em que momento você responderia “não”? Tudo isso aponta para uma questão maior: quanto é suficiente para você?

LEIA MAIS

Para ser clara, entendo que, para a maioria das pessoas, dobrar a renda provavelmente daria um fôlego para toda a família. Há muitas pesquisas por aí que sugerem que o dinheiro pode, de fato, comprar a felicidade. Mas só até certo ponto. Além desse ponto, ele parece realmente deixar as pessoas mais tristes, mais deprimidas e mais ansiosas.

A questão é: quanto você precisa para ser feliz?

Você pode ler todos os tipos de artigos acadêmicos que tentam responder a essa pergunta. Ou pode responder a essa pergunta para si mesma, esclarecendo qual é o significado do dinheiro para você.

Jurandir Macedo, professor e doutor em finanças comportamentais, diz que o significado que damos ao dinheiro é amplo, mas existem quatro principais dimensões: segurança, liberdade, status e poder.

Veja o significado que cada perfil atribui ao dinheiro e seus riscos:

Segurança

Pessoas com esse perfil costumam ser grandes poupadoras. Tendem a ter quase todos os seus investimentos em opções extremamente conservadoras, com baixo risco e, consequentemente, baixo rendimento. A grande ameaça para essas pessoas é passar por privações autoimpostas e, geralmente, desnecessárias.

Liberdade

Essas pessoas dificilmente poupam. Tudo o que elas querem é não ter que pensar em dinheiro. Como não se preocupam com isso, não dedicam tempo para a formação de uma reserva de emergência ou aposentadoria. O risco para essas pessoas é a insegurança que impõem a si mesmas e às suas famílias.

Status

Desse grupo fazem parte pessoas que, geralmente, dedicam muito esforço para ganhar dinheiro. Elas gostam dele, mas gostam ainda mais de gastá-lo para comunicar aos outros o seu sucesso. Não se importam em pagar caro o que consomem. O perigo para essas pessoas é o da insatisfação. Como se julgam a partir da comparação com os outros, vão sempre encontrar muitas pessoas vivendo em patamares superiores aos delas.

Poder

Nesse perfil estão as pessoas que dedicam muito tempo para ganhar e guardar dinheiro. Frequentemente, tentam mascarar sua insegurança com arrogância. O grande risco para essas pessoas é o isolamento. O dinheiro atrai, mas, quando não é compartilhado, afasta aqueles que se aproximam. Pessoas assim costumam ter elevado volume de investimentos e precisam o tempo todo demonstrar sua superioridade e autoridade.

É importante notar que ninguém se encontra 100% em apenas um dos perfis citados acima. Além disso, ao longo da vida as pessoas podem mudar de posição, mesmo porque não existe o melhor ou o pior perfil. Diante disso, reflita sobre a forma como você encara o dinheiro. Claro, isso é um processo. E quanto mais você explora o seu autoconhecimento, mais consegue medir o risco que seu perfil tem. Questione-se sobre isso repetidas vezes.

Nós desejamos sempre mais. Afinal, somos humanas!

O objetivo desta reflexão é apenas incentivá-la a dar um passo para trás quando se descobrir querendo mais. Essa resposta definitivamente está atrelada ao significado que você dá ao dinheiro.

Até a próxima!

Karina Scola Pescada é planejadora financeira pessoal CFP® da Foquemos Investimentos

Posts Relacionados

Finanças

Por que a maioria das mulheres ainda não investe? 5 dicas para começar agora!

Os tempos mudaram: é hora de ocuparmos o nosso lugar também como investidoras O universo dos investimentos, infelizmente, ainda é considerado um ambiente muito masculino. Isso acontece pois temos a crença limitante de que mulher e dinheiro não combinam. Fomos ensinadas dessa forma: o homem era o provedor e a mulher fazia “todo o resto”. […]

LEIA MAIS
Finanças

Como se manter motivada para poupar e investir?

Assim como no caso da dieta, começar é fácil. Difícil é sustentar o ritmo “Vou começar a dieta na próxima segunda-feira. Desta vez, estou falado sério!” Chega o domingo, você lembra da promessa, começa firme na segunda-feira com o propósito de cumpri-la, mas, logo no dia seguinte, recebe um cupom de desconto do aplicativo de […]

LEIA MAIS